quinta-feira, 26 de novembro de 2015

ATO DE AMOR.-

                                                                                                                


             Eu já te pedi perdão por coisas que eu sei que fiz e por coisas que eu não fiz.
        Eu já te perdoei por coisas que você fez e por coisas que eu acreditei que tivesse feito.
        E te peço perdão agora por todo esse amor que sobrevive a tantas vidas e ainda sobrevivera a tantas outras que ainda eu tiver.
        Hoje na véspera de completar 64 anos e estando as portas do fim de mais uma jornada, e certa de ter feito o melhor que me coube fazer, trago a alma e a conciencia tranquilas e repletas de paz e alegria, pois o perdão é um ato de amor para si mesmo e para com os outros.

Sílvia Pérola. 
                   

domingo, 6 de julho de 2014

TIVE QUE PARTIR.

Apesar de te amar tanto, tive que partir.
Mesmo sendo tão grande esse amor, precisei deixa-lo.
E a dor que senti e sinto, com certeza são infinitamente maiores que todas as dores que senti a seu lado.
-
Sua presença, povoa meus sonhos e meus pensamentos, a distancia e a saudades doem.
A esperança companheira constante é que ainda faz-me crer que tudo pode acontecer.
-
Nos meus devaneios vejo-o voltando, e eu de braços abertos o recebo com todo amor que ainda habita em mim.
O maior dos milagres seria te-lo de novo  aqui
para rirmos os nossos risos e enxugarmos todos os nossas lagrimas.
-
E se a morte nos levasse, certamente iriamos felizes por havermos desfrutado outra vez  todo esse amor que sempre fez parte de nossas vidas, sempre fez parte de nós. 
-
Sílvia Pérola.
  

sábado, 10 de maio de 2014

PARTIDA.





Quando eu partir,quero deixar na lembrança dos filhos dos netos, do meu amor, dos amigos que tive, o meu melhor sorriso.
Quero que lembrem das minhas lágrimas, sempre tão sinceras, as vezes de alegria e as vezes de tristeza.
-
Quero que lembrem também dos meus braços sempre abertos para recebe-los em um abraço forte e carinhoso.
Saibam que as palavras duras e por vezes contundentes nunca foram para magoar ou muito menos ofender quem quer que seja, mas sim dar uma sacudida e tentar trazer de volta a realidade.
-
Nunca fui ou pretendi ser a dona da verdade, ou senhora da razão, apenas tentei com a minha experiência de vida evitar que incorressem nos mesmos erros que cometi.
-
Meus amados, perdoem-me pelos excessos, pelo amor demasiadamente grande, foi assim que eu soube ser, tudo ou nada, quente ou frio, nunca morno, preto ou branco, ou imensamente colorido.
-
E quando chegar a hora da minha partida quero que saibam que sempre fui muito inteira, uma mulher de muita Fé, uma batalhadora que sempre sonhou demais,
mas pouco viveu do que sonhou.
-
Partirei com a consciência tranquila, pois estou certa e convicta do dever cumprido.
Claro que cometi grande, médios e pequenos erros, mas quem não os cometeu?
Mas sempre procurei dar o que melhor havia em mim, e estejam todos certos que não carregarei nenhuma culpa.
-
 Com amor...
-
Sílvia Pérola

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

ABSTRAÇÃO.

Tudo de mim você sempre soube, eu de você hoje nada sei.
Acreditei saber o que sonhei, mas vivi pouco do que acreditei.
-
Hoje percebo que tudo foi abstração, sentimento que se vive sozinho, fere a alma e o coração como espinho que perfura a carne e de mansinho atinge o mais profundo de um ser.
-
Sonhei durante uma vida inteira, em noites mal dormidas, e quantos sonhos sonhei acordada, vivendo uma vida de quimeras, de renuncias e de constantes esperas.
-
Hoje sei que não devo esperar mais, vivo o presente, um sentir reticente, envolvente, embriagador.
Povoado de frases de amor picadas e poucas palavras de amor imaginadas.
Mas em cada frase em cada olhar, mesmo que não mais te escute e meus olhos já não te vejam, em cada gesto por mim imaginado nada em absoluto tem um ponto final, tudo continua em reticencias...
-
Sílvia Pertusi 

ESQUECER UM GRANDE AMOR.

Dizem que o coração não envelhece, e que um grande amor nunca se esquece, mas aprendi que com o tempo, com o distanciamento, o coração entristece e o grande amor adormece...
-
Talves seja o que tem ocorrido, os anos passaram, e não indeléveis, foram carregados de muita esperança, de muita saudade.
-
Mas com o passar dos dias vai-se descobrindo que tudo que vivenciamos caiu no esquecimento, tudo foi levado ao sabor dos ventos.
Substituir esse amor?? Jamais.
Vivencia-lo outra vez?
Só se for da vontade da Lei Suprema...
-
Nada do que passamos na vida é em vão, nenhuma experiência vira só saudades...
-
Tive o meu quinhão de felicidade, e como fui feliz.
Quantos sonhos realizados, quantas conquistas.
Duvido que alguém possa ter sido mais feliz do que eu fui.
Tive os meus mais loucos sonhos realizados, alcancei em seus braços os píncaros dos delírios de um amor total e sem igual.
-
Amei e fui amada como poucos tem o privilégio de amar,
vivi o que poucos ousariam viver.
E tudo isso me basta para que eu me sinta, ainda hoje,
plena e realizada.
-
Sílvia Pertusi. 

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

DEIXE.

Deixe eu cuidar de você, deixe que eu o acolha em meus braços e acaricie seu corpo cansado.
Deixe que eu afague seus cabelos e lhe diga o quanto ainda te amo.
Deixe que minha ternura lhe acalante o sono, e que meus beijos lhe adocem a boca.
-
Permita que a vida lhe traga de volta para o aconchego de nossa casa.
Permita que o meu amor mate toda essa tristeza em que se resumiu as nossas vidas.
Permita que eu alimente o seu físico e sacie a sua fome de carinho.
-
Não deixe que a vida nos distancie mais e mais, e que percamos o caminho da volta.
Não deixe que todo esse amor morra por causa das mágoas e das palavras ditas em momentos de raiva.
Em fim não deixe que eu morra sem você.
-
Sílvia Pérola.

VOLTA PRA MIM... VOLTA PRA NÓS.



Como é triste e desolador perceber que tudo acabou.
Que para você parece que nada teve importância, que tudo o que vivemos não passou de consequencias do dia a dia, os sonhos, o caminhar de mãos dadas, as constantes esperas de ver os planos realizados, e foram tantos planos.
-
E tudo acabou, por um erro meu?? Não sei.
Por um erro nosso? Com certeza.
-
Eu errei deixando que a rotina de cuidar de filhos, casa, orçamento apertado, fosse minando o meu relacionamento com você, aos poucos deixei a vida me engolir e não voei mais.
-
Você continuou vivendo independente de mim, alçou voos altos, novas conquistas, saídas com amigos que terminavam de madrugada e eu na constante espera de você, e essa espera aos poucos foi me deixando deprimida e eu fui me cansando de você.

E eu parti.
Levando comigo uma imensa solidão e um amor imortal.
E hoje sozinha como estou percebo que nunca deveria ter ido embora, pois aos poucos tudo voltaria ser como era antes e talves melhor.
-
Envelheci e essa dor mata-me aos pouco, tudo o que eu quero é a sua volta, mas você não vem.
Deixou de amar-me? Não sei.
Deixou der querer-me? Talves.
-
Hoje eu só sei de mim, antes eu sabia e vivia por nós.
Essa dor esmaga-me o peito, dói-me a alma, adoece meu coração.
Talves você nunca volte, mas continuo te esperando, pois sei que seu lugar é aqui comigo, como marido, como amante...Não sei, eu te aceito até como amigo.
Pois viver sem você e impossível, eu não consigo.
-
Sílvia Pérola. 

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

UM OLHAR.

Bastaria apenas um olhar seu, para me fazer feliz.
E se viesse acompanhado de um sorriso, carregado de esperança e de promessas, seria o paraíso.
-
Mas nossos olhos não se olham mais, seu sorriso não sorri mais para mim.
E a esperança morre dia a dia, com a sua ausência que parece nunca terá fim.
-
Seus olhos já me olharam com carinho, com ternura, com amor, com paixão.
Hoje eles desviam dos meus olhos quando você me vê,
não me procuram mais no meio da multidão como me procuravam antes.
-
Os seus olhos que foram tão amorosos um dia, hoje são carregados de rancor e ressentimentos. 
E se eles olhassem para os meus olhos neles viriam todo o amor que ainda sinto por você, e entenderiam todas as minhas suplicas.
-
Esse seu olhar maroto sempre me fez tão feliz, e sorriam quando olhavam para mim, com uma promessa de um amor sem fim.
Hoje o  seu amor deixou de existir, e você não olha mais para mim.
-
Sílvia Pertusi. 

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

AMOR.

Amor como dói ver o entardecer sem você, amor como dói ver o dia amanhecer depois de uma noite de insonia, e saber que você não vem.
-
Amor como machuca essa saudade, essa espera sem esperança, essa dor sem cura.
-
Amor como eu quero e preciso acreditar que sua volta possa acontecer, e assim eu consiga sair dessa angustia que é viver sem você.
-
E nessa espera a vida passa, passam os dias, os meses, os anos.
E talvez chegue o fim e eu perca definitivamente a chance  de recuperar o que perdi, e como me arrependo de ter perdido você, e com essa partida foi com você a minha esperança de um novo recomeço.
-
Te amo...Sempre.
-
Sílvia Pertusi.

domingo, 20 de outubro de 2013

COMO EU TE AMEI...

Te amei desde o nosso primeiro encontro, um amor carregado de saudades e de esperas.
Amei outra vez o seu sorriso maroto, o seu jeito moleque de sorrir quando olhava para mim.
Amei o seu toque suave, os seus beijos quentes e molhados, amei ouvir  suas juras de amor, e como era bom ouvi-las, mesmo não crendo totalmente nelas.
O meu amor era tão grande e verdadeiro que na minha ingenuidade de menina apaixonada acreditava que o meu sentir seria o bastante para nós dois.
Mas os anos passaram, e nós envelhecemos e o meu amor por você envelheceu, ainda não morreu, mas agoniza.
Que pena que tudo na vida chegue ao fim, e certamente para que eu sobreviva, esse meu amor um dia deixara de existir.
-
Sílvia Pertusi.  

terça-feira, 8 de outubro de 2013

O QUE DEVO FAZER.

O que devo fazer para que você acredite que não sou nada sem você?
O que devo fazer para que você perceba que juntos construímos uma vida, uma existência plena de sonhos e emoções.
O que devo fazer para que você sinta como é grande esse amor que nos acompanha desde tempos idos, tempos remotos, em outras eras, em outros anos, em outras vidas.
O que tenho que fazer para te provar que nada tem cor, cheiro ou sabor sem você aqui comigo.
As portas estarão abertas para você sempre, tanto as da minha vida como as do meu coração.
Até quando vou ter que pedir, implorar pelo seu perdão?
Sera que você não percebe que já me castigou demais?
Eu te amo, e sinto que você não é indiferente a esse amor, então pense, sinta e volte.
-
Sílvia Pertusi

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

LIGA PRA MIM.

Liga pra mim pra dizer qualquer coisa, 
preciso ouvir a sua voz.
Liga pra mim pra dizer que me odeia, que não me quer mais, que me esqueceu.
Liga pra mim pra dizer que já tem um novo alguém que te faz tão feliz, como eu nunca consegui fazer.
Liga pra mim pra dizer que esta tão bem sem mim que já nem se lembra mais dos meus carinhos, dos meus beijos,que esqueceu de tudo que vivemos juntos, de quantas vezes rimos por nada, e choramos por tudo.
Liga pra mim e me diz que não sente falta do meu cheiro, do meu gosto, que não sente falta das minhas mãos deslizando pelo seu corpo e dos meus lábios beijando os seus.
Liga pra mim e me deixa ao menos ouvi-lo por mais uma vez, para matar um pouco dessa saudade que me deixa sem vida.
Liga pra mim para que eu possa te dizer que continuo te amando, te querendo, te desejando com a mesma intensidade da adolescente que eu era quando te conheci.
Liga pra mim apenas mais uma vez, antes que tudo se acabe e a vida se finde em mim.
-
Sílvia Pertusi. 

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

NÓS DOIS.



Emoções, sentimentos, sensações, tudo se mistura fazendo-me crer que esse amor não me abandonara nunca.
Deixei de entender, parei de lutar e resolvi me entregar mais uma vez.
-
Impossível remar contra a mare, impossível resistir a um sentir que esta gravado no meu D.N.A., através de várias vidas, um amor intenso, contundente, que leva a alegrias sem fim e a desesperos avassaladores, a risos e prantos, a esperas e chegadas, a voltas e a partidas.
-
Um amor descomunal, forte, denso, palpável, concreto e abstrato.
Mas, um amor assim não floresce na solidão, fica como semente seca jogada por terra a espera da água fresca para brotar.
-
E assim a vida passa, nessa constante e triste espera,
desejando que você perceba que nós somos para sempre, e que podemos reviver tudo de bom que vivemos um dia.
-
Sílvia Pertusi.   


quinta-feira, 8 de agosto de 2013

DECISÃO.

Quando temos que decidir sobre o caminho a tomar,
sempre é uma decisão dolorosa, pois com certeza algo importante ou alguém temos que deixar ficar.
Mas a vida é feita de escolhas, e é bem verdade, por vezes é muito difícil toma-las.
Eu já fiz a minha escolha, não foi fácil, é muito doloroso ter que decidir entre o ir e o ficar, entre sonhar e viver o real, entre seguir enfrente ou retroceder.
-
Mas depois de muito pensar, depois de muito debater entre a razão e o coração, entre a alma e o espirito, resolvi seguir o que a vida me propôs seguir.
Mesmo que não fique claro, mesmo que não entendam,
a decisão esta tomada, foi difícil, tive que rasgar o peito, acalentar nas mãos um coração sofrido, cansado de tanto amar.
-
Apesar de tudo e de nada, apesar do muito e do pouco,
apesar das lagrimas e dos risos, dos anseios, dos desejos, das esperas, das feridas, das cicatrizes, das dores, das mágoas.
Apesar desse grande sentir, desse imenso amor, deixo você para cuidar de mim.
Vou em busca do meu desenvolvimento pessoal, vou seguir as diretrizes espirituais que estão traçadas para que eu siga.
Apesar do adeus, resta-me ainda dizer... TE AMO.
-
Silvia Perola.    

quarta-feira, 24 de julho de 2013

MENSAGEM - VIII -

Por que tanta mágoa, tanto sofrimento, tanta tristeza?
Por que deixar a raiva e o rancor tomarem conta dessa forma, todos os espaços da sua alma e do seu coração?
Você sabe mais do que ninguém o que fazer para mudar esse quadro em que você é o autor e a obra.
A vida para ser vivida em sua plenitude deve ser permeada pelo amor e pelo perdão.
As dores podem ser curadas, talves não esquecidas, mas com certeza cicatrizam, dando lugar a novas oportunidades, e dando chance a um novo recomeço.
Voltar atrás não quer dizer covardia, mas sim um ato de bravura em busca da paz, da harmonia, do amor e com certeza da felicidade.
" Atire a primeira pedra quem nunca errou".
A vida é com certeza um enorme aprendizado, não perca então a dadiva que a própria vida esta lhe dando para rever todos os seus julgamentos e voltar atrás em busca da felicidade, pois só você sabe aonde encontra-la.
-
Clara. 

domingo, 21 de julho de 2013

MENSAGEM - VII -

Nunca, em hipótese alguma diga ou acredite que Deus esqueceu de você, Ele jamais esqueceria ou abandonaria a sua criação, os seus filhos.
Seria o mesmo que você esquecer de respirar, as aves esquecerem de voar, ou o rio esquecer o caminho do mar.
Ele apenas te deixa livre para as suas próprias escolhas, e dependendo delas receber o laureu da vitória pelas escolhas certas ou o castigo das erradas.
A isso dá-se o nome de "livre arbítrio", ou seja você é livre para fazer o que melhor lhe aprouver da sua vida.
Deus não castiga, Ele é justo e fiel, sejamos nós merecedores de Sua benevolencia e de Sua bondade.
Honremos pois a dádiva da vida, e sejamos gratos pelo despertar de um novo dia, porque com ele as esperanças se renovam e teremos mais uma vez a chance de acertar e recomeçar.
-
Clara.  

terça-feira, 16 de julho de 2013

MENSAGEM - VI -

Somos espíritos errantes que vagueiam de encarnações em encarnações, espiando e corrigindo erros vividos em vidas passadas.
A cada reencarnação subimos mais um degrau na nossa evolução, e para que essa evolução aconteça temos que cumprir metas que foram por nós escolhidas, ou ficarmos estacionarios se não as cumprirmos, ou desceremos quantos degraus forem nos destinados se amealharmos mais falhas do que acertos na nossa escalada evolucional.
De que maneira evoluímos?
Pagando o mal com o bem, acolhendo, sendo sencivel para intuir e compreender que nada do que façamos, pensamos e desejamos fique impune ou passe desapercebido pela Grande Lei do Cosmos.
Jesus Cristo na sua passagem pela terra, veio sem pecado, não veio para pagar suas dividas, pois não as tinha, veio sim para ensinar e dar-se em holocausto para nos salvar.
Teria sido em vão tanta dor e tanto sofrimento, causado a si mesmo e aos que o amavam?
Não, pois embora haja muito joio em meio ao trigo, ainda há quem mereça ser salvo.
Seja você um desses Espíritos que merecem ser salvos,
plantando o bem, servindo antes de querer ser servido,
amando mesmo não se sentindo amado, sempre desculpando e jamais atirando pedras, pois de qualquer forma e em qualquer momento elas voltaram.
Creia que a cada dia, em cada amanhecer a esperança se renova e a luz do sol, mesmo que entre nuvens, volta a brilhar.
Mesmo que chova ou faça frio, acredite tudo é benéfico para nós e para a natureza criada por Deus.
Tudo é perfeito, basta que  descubramos essa perfeição em toda a criação que nos cerca e foi-nos oferecida como cenário magico nessa caminhada na face da terra.
-
Clara. 

segunda-feira, 15 de julho de 2013

MENSAGEM - V -

Não cutuque com seu dedo podre a ferida aberta de alguem, não tripudie da dor alheia, não se arvore de ser o dono da verdade, pois não o és.
Se a dor do outro não te comove, se não tens palavras de incentivo, consolo e afeto, cale-se.
Não aponte o dedo em riste, não julgues, olhe para você mesmo e veja se esta limpo e integro o suficiente para se colocar em um patamar superior, pois quem o é não lança em rosto, não oprime, não subjuga.
Não se compra amor e carinho com ouro e prata, a riqueza material é passageira e não enobrece.
A riqueza do Espirito e da Alma glorificam o homem na presença de Deus.
-
Clara.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

MENSAGEM - IV -

Filhos queridos de Deus, o que buscai com tanto ardor e paixão e não encontrais?
Por que nunca estais feliz com o que tens e com o que tenho te dado?
Saibas que se tens pouco foi o que buscastes e o que te coube para redimir erros de vidas passadas.
Mas se tens muito, agradece ao Pai todo poderoso e faze bom uso do muito que te foi concedido por méritos de vidas passadas.
Procurais pois, fazer o bem nesta vida para amealhares frutos do bem e assim suprir os teus depósitos para os dias de punuria, e não esqueçais de dividir o pão, dar de beber a quem tem sede, agasalhar os que tem frio, e dar o conforto do teu abraço a quem na desolação e no abandono nada mais espera da vida.
Se não receberes nessa existência as Benécias de Deus por tuas obras praticadas, regozija-se, pois as recebereis em vidas futuras.
Estais passando por um aprendizado, pagando débitos e adquirindo créditos, e mesmo usufruindo de créditos passados.
Portanto ouçais sempre a tua conciencia, o teu coração, pois são eles os teus melhores conselheiros e guias, e  não julgueis, não levanteis falso testemunho, e te lembre sempre:
Retidão de caráter, amor ao próximo, respeito, fraternidade, solidariedade, caridade, são virtudes que devem estar presentes sempre em tua vida, como obrigação, não como motivo de júbilo e glória.
Sejais humildes, pois a humildade dignifica, a soberba envenena.
-
Clara.

terça-feira, 9 de julho de 2013

MENSAGEM - III -

Mesmo que você sinta que suas forças estão se acabando e que não tem mais animo para continuar, não desista, saiba que existe uma força cósmica infinitamente grande e poderosa olhando e cuidando de você.
E sabendo disso agora você se pergunta,
"Então por que me deixa sofrer tanto?"
Procure as respostas, com certeza elas estão dentro de de você.
Ao longo de nossas existências terrestres vamos acumulando bônus e ônus, se conseguirmos acumular mais bônus temos um crédito positivo que se estendera para vidas futuras, mas se tivermos créditos negativos, da mesma forma os levaremos para as próximas reencarnações.
Mergulhe para dentro de si mesmo, faça uma analise verdadeira sobre o que tem feito, ou deixado de fazer, sobre o que tem dito ou deixado de dizer, veja se tem cumprido os compromissos feitos com Deus, com você mesmo e com os outros que o cercam, e por fim, veja como esta a sua consciência.
Se depois dessa introspeção você ainda se sentir lesada pela vida, fique feliz, pois você esta com as benevolencias do Pai Todo Poderoso, pagando dividas de vidas passadas e com certeza logo recebera a quitação dos seus débitos em forma de bençãos e amor.
-
Fique em Paz.
"Conselheira". 

sexta-feira, 5 de julho de 2013

MENSAGEM - II -

Cuidado filhos de Deus com o que dizeis, com o que pensais, as palavras ditas em horas erradas de maneiras erradas mais prejudicam do que ajudam.
Os pensamentos negativos, de raiva,de rancor, de mágoas, tornam-se formas no astral tão densas que acabam se concretizando na fase da terra.
Nós que seguimos os ensinamentos do Evangelho Segundo o Espiritismo de "Allan Kardec", cremos que o que aí se faz aí se paga, e se por ventura a divida não for quitada na sua totalidade o Espirito volta quantas vezes forem necessárias, cuidado pois para não aumentar essa divida em cada reencarnação, senão ela nunca terá fim.
Amados irmãos, amem-se mais, respeitem-se mais, nada é tão difícil que não possa ser feito, Deus todo poderoso não vos daria carga que não possais carregar, seja firme em suas decisões, convicto em sua fé e saiba que existe um pai justo, amoroso e fiel olhando por nós.
'' Mensageiro da boa palavra '' .

MENSAGEIRO.

Jeoshua Ben Pandira,Cristo, Jesus, Jeova,  Krisna,
Nazareno, Mestre, não importa o nome que lhe toque mais fundo o coração, mas com certeza neste momento o coração do Nosso Senhor, do Nosso Amado Mestre Jesus Cristo, Filho Unigênito de Deus chora por você.
Filho querido, filho amado que se encontra entregue ao vício da bebida, do craque, da cocaína, da maconha ou de qualquer outra droga licita ou ilícita, saiba que, o Nosso Pai sofre como qualquer outro pai amoroso que ama seu filho sofreria, que ama a sua criação.
Levante-se desse chão frio, lave seu corpo, alimente seu físico, limpe sua alma, entregue seu Espirito a Deus,
sabemos que não será fácil, mas o que é fácil não tem valor, o gosto bom que fica para sempre é o gosto da vitória conquistada pela luta árdua, volte para sua família, ela te ama, e também sofre por você, eles te esperam de braços abertos, sempre estarão juntos com você.
Já chega filho de Deus de tanto sofrimento,  faça como o filho pródigo e volte, sempre, por mais inacreditavel que possa parecer sempre há uma luz no fim no túnel.
-
Guardião do Candieiro.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

MENSAGEM - I-

Meus amados filhos, não sofram pelo que hoje passam, pelas mazelas que assolam os teus corações e oprimem o seu peito, nada mais são, do que dividas sendo pagas de vidas passadas e algumas dessa mesma existência, como essas celebres frases:
" Aqui se faz, aqui se paga".
" Plante a boa semente e colheras o bom fruto".
" Ame para ser amado".
" Perdoe para ser perdoado".
" Acolha para ser acolhido".
" Não julgue para não ser julgado".
" Não atire pedras para não ser apedrejado".
Essas são apenas algumas das leis do retorno e com certeza os vossos débitos sempre serão pagos, sempre e de qualquer forma os pagareis.
Portanto não reclameis, não blasfemeis e nem tão pouco pergunteis:
Por que eu?
Antes pergunteis a tua conciência cósmica e ela te inteirara da resposta.
Orai e vigiai, perdoai e procurai não voltar a pecar, sentidos alertas e vigilantes, tenha sempre um caminhar  reto e constante no caminho do bem e da caridade do amor e da fidelidade com o próximo e contigo mesmo, seja fiel ao teus princípios éticos e moral, procure agir sempre com carinho e com respeito.
Acreditar veementemente que a cada reencarnação é uma nova oportunidade de progresso para o Espirito, um novo aprendizado, um aprimoramento, um pagamento de dividas passadas, portanto não desperdiceis essa oportunidades filho de Deus.
Ajudes quando puderes ajudar, estende a mão, dividas o pão, agasalhes os que tem frio, dê de beber a quem tem sede, confortes, abraces, pois o abraço aquece a alma,
isso não te custara nada e creia-me te fara imenso bem.
Fique em paz, esteja em paz hoje e sempre amém.
-
Espirito Consolador.

   

terça-feira, 2 de julho de 2013

PALAVRAS DE ESPERANÇAS.

""Não sei se sempre soube, se intui ou se os anjos sopraram em meus ouvidos, ou mesmo se são lembranças de vidas passadas, só sei que tenho plena convicção que voltamos a face da terra tantas e quantas vezes forem nescessarias para a busca de nossa própria evolução como indivíduos, posto que somos unos e não dependemos em nada do outro para encontrarmos o nosso caminho, a nossa salvação, por assim dizer, é só querer.
É só ter retidão de caráter e seguir os mandamentos do querido e amado Mestre Jesus Cristo.
Deixo aqui alguns, não em sua ordem, mas na minha humilde visão os mais importantes:
1) Amar a Deus todo poderoso, o criador do universo e de todos nós.
2) Honrar seu pai e sua mãe. 
3) Amor ao próximo como a si mesmo.
4) Não matar.
5) Perdoar o inimigo, não significando a obrigatoriedade  ser amigo, apenas perdoar e deixar viver em paz.
Aqui com a permissão de Deus do Todo poderoso ouso colocar mais alguns:
1) Pais honrai seus filhos, educando-os dentro dos princípios cristãos, dando-lhes bons exemplos.
A educação ainda deve ser ministrada no berço, cabendo a mãe dar-lhes a base moral, a base do respeito, da ética e dos bons costumes.Isso não se aprende na escola, é a mãe que ensina.
A emancipação feminina, a conquista da independência profissional e financeira da mulher vem aos poucos acabando com a família, vemos na modernidade dos dias de hoje, filhos desajustados e mães neoróticas, pois não dão conta de uma dupla jornada desumana, e querem deixar a cargo de avós cansadas, de babás despreparadas ou de creches de péssimas qualidades a educação e a segurança de seus filhos.
se querem ser profissionais não tenham filhos, se querem ter filhos, não trabalhem, simples assim...
2) Maridos e esposas respeitem-se uns aos outros, seus lares é a casa de Deus, é ou deveria ser um templo dedicado ao amor onde como uma oficina se forjam os futuros cidadãos de bem.
3) Filhos não abandonem seus pais depois de velhos pois, tudo fizeram por vocês, se ao seu ver não foi o bastante, mas para eles com certeza foi tudo o que puderam fazer.
Ampare-os na velhice com amor, carinho e materialmente também e sempre arranje um tempo para eles, pois por mais corrida que possa ter sido a vida deles sempre tiveram um tempo para vocês.
Não os abandonem em asilos ou em quartinhos acanhados nos fundos de suas belas casas escondendo-os dos seus amigos, ser velho não é vergonha, trate-os com dignidade, eles só envelheceram, mas continuam merecedores de respeito e amor.
Seguindo esses pequenos e não difíceis preceitos daremos um grande passo para a nossa evolução e estaremos com amor e carinho e principalmente sem sacrifícios dando oportunidade e ferramenta de nossos filhos e nossos pais, evoluírem também.""
-
Sílvia Pertusi.


segunda-feira, 1 de julho de 2013

EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO.

A ingratidão dos filhos e os laços de família.
-
A ingratidão dos filhos é um dos frutos mais imediatos do egoísmo; revolta sempre os corações honestos; mas a dos filhos com relação aos pais, tem um caráter ainda mais odioso; é sob esse ponto de vista especialmente que vamos encara-la para analisar-lhe as causas e os efeitos.
Aqui, como por toda parte, o Espiritismo veio lançar luz sobre um problema do coração humano.
Quando o Espirito deixa a terra, carrega consigo as paixões e as virtudes inerentes à sua natureza, e vai para o espaço se aperfeiçoar ou ficar estacionário até que volte a reencarnar.
Muitos querendo e podendo optar para poderem reparar erros passados reencarnam em famílias nas quais deixaram mágoas ou mesmo ódios pendentes, mas essas lembranças atravez do novo reencarno são esquecidas, mas afloram em antipatias, ciumes, mágoas e ódios que aparentemente não tem razão de ser, pois a explicação não esta nesta vida.
Daí se explica a raiva de filhos com pais e mães carinhosos, amorosos, solícitos, sempre presentes, mas nada que os pais façam os agradam.
Quando isso acontece os pais não devem se recriminar e nem se sentirem culpados, e saibam que suas conciencias devem estar tranquilas, mas é bem natural que sintam um desgosto pelo insucesso dos seus esforços e pela tristeza de seus filhos em questão terem se atrasado no seu grau evolutivo.
Deus reserva uma grande, uma imensa consolação,de que essa obra será resgatada em outra vida e que um dia o filho ingrato os recompensará com o seu amor.
-
"Deus não faz a prova acima das forças daquele que a pede; não permite senão aquelo pode ser cumprido.
-
Santo Agostinho.

domingo, 30 de junho de 2013

MAÇONARIA

Estive lendo outro dia sobre a maçonaria e achei o texto muito interessante e transcrevo-o aqui.
""Maçonaria é uma escola iniciática para a compreensão e consagração de sua vida a grande Obra que simboliza o aperfeiçoamento individual do ser humano, e por extensão o aperfeiçoamento de toda a espécie humana: O principal objetivo do trabalho maçônico é a busca incessante da 'VERDADE", a qual conduz  a Luz.
Essa verdade pode se: "Moral. Espiritual, ou Mental.
Uma das finalidades maçônicas ainda é promover a Paz, a Justiça e a Fraternidade, entre os seus e entre os povos..
A maçonaria resume o dever do homem assim:
"Respeito a Deus, amor ao próximo, e dedicação a família."
Em verdade essa é a maior síntese da Fraternidade Universal.
--------------------------------------------------------------------------------
                                       SER MAÇON
Ser maçon é ser amante da Virtude, da Sabedoria, da Justiça e da Humanidade.
Ser maçon é ser amigo dos pobres, dos que sofrem, é promover a harmonia em família, a paz aos povos, consolar os que choram.
Ser maçon é educar, é conceber os amis belos ideais de Direitos, da moralidade e do amor e pratica-los.
Ser maçon é olvidar ofensas que se nos fazem, ser bons, até mesmo com nossos adversários e inimigos, não odiar ninguém, não magoar, não jogar culpas nos ombros de outrem, não caluniar.
Ser maçon é jamais pagar o bem com o mal.
Ser maçon é praticar a caridade, exercer a tolerância, lutar contra a hipocrisia e o fanatismo.
Ser maçon é realizar enfim, o áureo sonho da Fraternidade Universal entre todos os homens.
Isto é ser Maçon.
-
'' VIGAS MESTRES DA MAÇONARIA"
De " Jorge Buarque Lyra".  

sexta-feira, 28 de junho de 2013

MINHA PAZ.

Não tente com seu rancor e com sua amargura 
destruir a minha paz e a minha calma.
Não queira com sua mágoa respingar a minha alegria
e atribuir-me culpas que não tenho, responsabilidades
que não são minhas.
Ensinei o caminho, mas não caminhei por eles, deixei que caminhassem sozinhos, cada um fez as suas próprias escolhas, certas ou erradas, mas foram escolhas próprias.
-
Não me ataque com armas que não me ferem e não me alcançam mais.
Viva e me deixe viver, tenha paz e me deixe em paz. 
Seja feliz, porque eu apesar de tudo estou feliz,
encontrei o meu caminho, a minha paz interior.
-
Amo e sou amada, quero e sou querida, 
isso me basta, me completa, me realiza, 
me faz sentir plena.
-
Sílvia Pertusi.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

MUDANÇA.


Nada mais de perdão.
Nada mais de reconciliação.
Nada mais de esperanças vãs.
Nada mais de retomada dos sonhos.
Nada mais da certeza de um amor imortal.
-
Não restou mais nada, tudo se perdeu.
O amor sem chance de recomeço,
os braços vazios dos abraços,
a boca sem beijos.
-
Mas o coração aquietou-se, parou de doer,
bate compassadamente, dando alivio a alma,
acalmando a mente.
-
Volto a viver dona de mim e do meu querer.
Sem freios, sem cabrestos.
Tomar a atitude de não quere-lo mais, foi difícil,
mas não mortal, pois sobrevive a ela, resta-me agora
erguer a cabeça e seguir em frente, 
com a certeza de que vou ser feliz.
-
Sílvia Pertusi.        

segunda-feira, 20 de maio de 2013

ABSTRAÇÃO.

Amanhece, entardece, anoitece.
A lua clareia o céu, pontilhado de estrelas.
Amanhece o sol brilha, colorindo o dia,
os pássaros saem do ninho, as borboletas
voam de flor em flor.
Entardece, tudo fica frio e triste, chove.
-
Uma garoa fraca e fria que corta a pele e dói.
O encanto se quebrou, a vida parou de viver,
os sonhos não são mais sonhados.
Tristeza, agonia e dor.
-
Lamentos são ouvidos ao longe, nos lábios de quem cantava.
O brilho do olhar agora esta inundado de lágrimas.
A esperança desesperançou.
-
Pensamentos, sentimentos, sofrimentos,
lamentos que a briza leva pra longe,
a chuva caí mais forte agora, os raios cortam o céu
em arabescos coloridos, o som surdo do trovão não deixam ouvir os gritos de um coração que morre de amor.
-
Quantas lembranças, quantas saudades, quanta dor... 
-
Sílvia Pertusi.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

INFINITO.

Se tudo o que deixo aqui servir para mostrar que esse amor me acompanhará para sempre, então o recado será sempre dado, e se minhas lágrimas, meus pedidos de perdão, minha constante espera, tocarem o seu coração,
saiba que, o que sempre senti, sinto e sentirei é infinito.
-
Mesmo que os anos passem a velocidade da luz,
e não for nessa vida a sua volta, esperarei por quantas outras vidas eu ainda tiver que viver, pois esse meu amor é transcendental.
-
Deus e o mundo sabem o que mais quero e almejo,
sabem que sozinha como estou, sou metade de mim.
Fecho os olhos e o vejo voltando, abro os braços para acolhe-lo em meu peito e em meu coração.
E é maravilhoso senti-lo perto, mesmo que seja só em imaginação.
-
E se for a minha sina  viver assim, uma constante espera de sonhos e imaginação, prefiro vive-los do que esquecer o que vivi, senti e aprendi a seu lado.
Te amo infinitamente, um  amor inesplicavel, que já não é mais ferido com suas palavras rudes e duras.
-
E mesmo sabendo de todo esse rancor, fico feliz na minha loucura, pois você ainda não me esqueceu,
e a seu modo ainda pensa em mim.
-
Sílvia Pertusi.

sábado, 11 de maio de 2013

DEIXAR COMO ESTA

Será que consigo deixar como esta?
São coisas que não dá para explicar,
pra que vou ficar sofrendo, se não tem jeito.
-
Sempre te dei tanto carinho, tanto amor...
Já me enganei, e pensei que sem você eu poderia viver,
mas não consigo te arrancar do meu peito.
Sem você falta tudo de mim.
-
Esse amor continua pulsando forte, dominando-me.
deixar como esta, seria a única solução,
mas não consigo, sou metade, dividida, sozinha.
-
Mas você diz que não sente mais nada,
que o sonho acabou, que eu joguei tudo fora.
E essas palavras fazem doer demais.
O que eu faço com todo esse amor?
-
Como eu posso viver sem você?
Não me acostumei sem seus beijos, sem seu carinho,
sinto falta do seu cheiro, do seu gosto.
E cada palavra de abandono me ferem demais.
-
Deixar como esta...Não consigo.
Sinto tanto a sua falta, a sua ausência.
Essa saudade me mata aos poucos.
Morro a cada dia mais e mais.
-
Sílvia Pertusi.


quinta-feira, 9 de maio de 2013

CURA.

Não tenho mais nada para oferecer-lhe.
Ofereci o meu amor, você não quis.
Dei-lhe todas as flores do meu jardim,
que acabaram morrendo secas no vaso esquecido.
-
Compus melodias suaves de pura poesia,
você não as ouviu.
Hoje meu jardim esta reflorindo, mas as flores,
não te oferecerei mais.
Minhas rimas e prosas ganham sons, que não embalaram mais o nosso amor.
-
Eu me recompus,e aprendi que não se morre
de tanto amor, percebi que nem tudo valeu a pena, e que
o fim pode significar um recomeço.
-
Não sei se nesta vida encontrarei um novo amor,
ou reviverei o amor antigo.
Não sei se reconstruirei um novo caminho, uma nova
estrada.
Não sei se vale a pena uma nova esperança, uma nova
melodia.
-
Apenas vivo o dia a dia, recebendo de Deus
o que de melhor tem Deus para me oferecer.
Pedindo perdão dos meus pecados,
e perdoando os que falharam comigo.
-
Aparando as arestas, tirando os espinhos que,
ficaram por tanto tempo ferindo a carne e a alma.
Estou sendo curada pelo tempo, pela lua, pelo sol,
pelas estrelas.
-
Sílvia Pérola.