segunda-feira, 15 de abril de 2013

NÃO SEI.

Esse amor esta me levando a loucura, rasga-me o peito,ferindo-me mortalmente a alma, dilacerando meu coração.
-
Esse amor maltratando-me o físico,
já não sou mais senhora de minhas forças,
pensamentos e vontades.
Vivo enlouquecida por esse sentimento avassalador, devastador, doentio.
-
Tento em vão mata-lo dentro de mim para que eu sobreviva, invoco os deuses, os santos, as forças da natureza para que eu fique livre desse sentir que me enlouquece.
-
Mas tuto parece em vão, ele continua...
Forte, uma força descomunal que esmaga a minha vontade.
Não sei o que será desse louco amor, não sei o que será de mim, não sei, simplesmente não sei.
-
Sílvia Pertusi   

2 comentários:

VICENTE BARRETO disse...

Realmente o amor e a base de suportar tudo ainda mais um louco amor belíssima poesia, quando precisar de expiração já sei onde encontrar para falar de amor.

VICENTE BARRETO disse...

lindo poema pois so amor tem esta força de fazer suportar tantas coisa, quando precisar de expiração agora já sei onde encontrar para falar de amos amiga Silvia