quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

DEPRESSÃO

Procurei pela felicidade a minha vida inteira.
Fui menina, fui adolescente, fui namorada,
fui esposa, amiga, companheira, confidente,
braço forte, ombro amigo.
-
Sou mãe, sou avó.
Mas carrego dentro de mim uma tristeza,
tão grande tão profunda, que não sei quem sou.
-
Perco-me de mim, e me pergunto aonde estarei,
em que lugar escondido de minha mente,
deixei-me ficar?
-
Vivi, para todos, menos para mim.
Certo? Errado? ....
Não sei, foi assim que senti que seria o certo,
era assim que deveria ser.
Amar e fazer feliz a quem ama-se.
-
E eu?...
Não sei, nunca cheguei a pensar em mim de fato.
-
Agora que estou imensamente triste,
ouço que a culpa foi sempre minha.
Mas não sei sinceramente onde errei.
-
Talves os valores sejam muito diferentes dos meus,
deixar quem amamos cairem, sem pelo menos
tentar ajudar, deixar o filho chorar a ausência
da mãe, que esta cuidando de sua individualidade,
de seu crescimento profissional.
-
Deixar a casa, o lar, aos cuidados de estranhos,
pois aconchego, cheirinho de bolo assado na hora,
misturado ao cheiro da comida favorita, feita com
tanto amor, da roupa limpa e perfumada nas gavetas,
Não têm mais valor algum, ou será que tiveram?
-
Será que deveria ter ido trabalhar para crescer
financeiramente, e assim dar aos meus filhos,
o que de melhor o dinheiro pode comprar?
-
E o amor, o carinho, os braços sempre abertos, o aconchego,
o colo na hora do choro, o beijo no joelho ralado
depois de um tombo acreditando que o beijo e o amor
tem poder de cura, e realmente tem.
-
Perderam o valor?
Agora depois de tudo, sempre estive errada?
Não tenho o direito de estar e me sentir
terrivelmente triste e depressiva?
-
Essa tristeza não sei de onde vem,
mas sei que esta aqui, forte, palpável
fazendo doer o peito, na enorme sensação
de desesperança.
-
Os meus trevos de quatro folhas foram todos levados
pelo vento, um a um, voaram para longe,
espero que mãos mais sábias que as minhas
possam colhe-los,para viverem a ventura de ser feliz.
-
Sílvia Pertusi

Um comentário:

Ev@ disse...

Além de sua postagem linda, dos netos + lindos ainda....
Seu blog, é de um bom gosto incrivel.
As imagens maravilhosas ...
Poucas vezes, vi um blog com tanta beleza.
Parabéns
Ev@